Prefeitura de Xapuri debate suspensão das aulas do ensino infantil por síndrome mão-pé-boca

A Prefeitura de Xapuri diz que foram identificados até o momento quase 40 casos da síndrome mão-pé-boca, genericamente conhecida também pela sigla SMPB, entre os dias 11 e 26 de novembro de 2021. Desta forma a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) recomendou à representação da Secretaria de Estado de Educação (SEE) a suspensão das aulas do Ensino Infantil pelo prazo de 7 dias.

Apesar de não ser de notificação compulsória, a ocorrência de dois ou mais casos em uma mesma localidade, setor ou instituição devem ser notificados como surto. A Secretaria Estadual de Saúde do Acre (Sesacre) também emitiu alerta de surto da doença para Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Xapuri, Plácido de Castro e Porto Acre.


A síndrome mão-pé-boca é uma doença comum no verão e que provoca lesões nas mãos, pés e boca, como o nome sugere. Ela acomete em sua grande maioria crianças de até cinco anos, mas pode se manifestar em adultos, o que é raro. É uma doença transmitida por via direta ou indireta. Crianças de 23 localidades diferentes foram diagnosticadas com a doença no município, sendo que a idade de 1 ano ( 10 casos) foi a mais afetada, seguida de 2 (9 casos) e 3 anos (8 casos). Crianças do sexo masculino foram mais afetadas (22 casos), enquanto o sexo feminino apresentou (17 casos).