Em Xapuri, governo realiza entrega de cestas básicas e colchões para abrigo

Na última quinta-feira, 4, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e Políticas para as Mulheres (SEASDHM) visitou o abrigo Lar São João do Guarani, em Xapuri. Durante a agenda, a secretária de assistência social de Xapuri, Dayana Vasconcelos e a coordenadora do lar, Iraíde Lopes, apresentaram as necessidades do abrigo e do município, visando o que pode ser feito futuramente para melhorar a vida dos cidadãos da região.

Foto: Elias Oliveira/SEASDHM.
Foto: Elias Oliveira/SEASDHM.

O abrigo tem capacidade de acolher dez idosos e atualmente cuida de quatro acolhidos, que foram beneficiados com 30 cestas básicas doadas pela Energisa e 10 colchões de solteiro pelo governo do Estado. As cestas são provenientes do Movimento Energia do Bem, no qual ações são realizadas por todo o grupo Energisa para combater os efeitos causados pela pandemia de Covid-19.

Inaugurado no primeiro dia de fevereiro de 2010, por iniciativa da população, hoje é gerido com o apoio da prefeitura de Xapuri e administrado pela Secretaria Municipal de Assistência Social, que fornece a alimentação, manutenção da casa e funcionários que diariamente cuidam dos idosos. Além disso, o abrigo conta com o apoio da Unidade de Saúde Mauro José Lima de Souza, quinzenalmente realizando visitas acompanhando o bem estar dos moradores. A gestora da SEASDHM, Ana Paula Lima, na ocasião, deu aconselhamentos para as cuidadoras do abrigo, sempre reforçando a importância de estar com a documentação das instituições em dia, para que possam pleitear recursos de outros órgãos estaduais e federais.

Foto: Elias Oliveira/SEASDHM.
Foto: Elias Oliveira/SEASDHM.

Nessa pandemia realizamos diversas campanhas de doações para acalentar a população num momento difícil que todos estávamos passando. Um movimento de solidariedade, no qual somos referência para outras instituições, que se tornam parceiras e nos ajudam nessa missão, de fazer o bem para o próximo”, pontua a secretária da pasta, sobre a colaboração do governo com empresas como a Energisa.